quinta-feira, 21 de julho de 2011

Substantivo primitivo e derivado

SUBSTANTIVO PRIMITIVO E DERIVADO

Fui à padaria
comprar pão.
Encontrei o padeiro
com a mão no chão.

Fui à livraria
comprar um livro.
Encontrei o livreiro
vendendo livro.

Fui à sorveteria
comprar sorvete.
Encontrei o sorveteiro
mascando chiclete.

Os substantivos do texto podem ser divididos em dois grupos


Você pode notar que:

Os substantivos do grupo 1 não vêm de nenhuma outra palavra – chamam-se substantivos primitivos.

Os substantivos do grupo 2 vêm de outra palavra da língua – chamam-se substantivos derivados.


Empregue substantivos derivados.

1- como se chama a pessoa que:

negocia- negociante
preside –
serve –
estuda –
ouve –

2- a terminação EIRO indica profissão. Forme substantivos derivados acrescentando essa terminação as palavras abaixo:

livro – livreiro
a) pedra –
b) porta –
c) roupa –
d) ferro –
e) sorvete –
f) açougue –

Substantivo coletivo


Leitura silenciosa.
Leitura individual.
Leitura pela professora destacando as palavras mais complexas.

Interpretação verbal, observando a tipologia.

INTERPRETAÇÃO

1- Qual o nome da indiazinha?
2- O que aconteceu com ela e por que?
3- A terra foi regada com o que?
4- Procure no texto duas palavras:
Monossílabas-
Dissílabas-
Trissílabas-
Polissílabas-

5- Circule a palavra tribo. O que significa?

Você sabia que a palavra tribo serve para designar um grupo de ocas? Podemos dizer então que a palavra tribo é um substantivo coletivo.




Substantivo coletivo é aquele que indica um conjunto de elementos da mesma espécie.

LIGUE O CONJUNTO AO SEU COLETIVO



Reescreva as frases substituindo pelo seu coletivo.

1- Naquele rio há uma quantidade enorme de peixes.
2- Em casa tenho muitas fotos.
3- Naquela festa havia muitas pessoas.

Contos de fada - cinderela

Lista de desejos

Discussão sobre fada madrinha, o que elas fazem?
Imagine se aparecesse uma fada madrinha e você pudesse pedir o que quisesse!!
Pense bem...

Socialização dos desejos - cada um lerá o seu.

Convite para o baile – interpretação


Responda

1- Que tipo de texto é esse?
2- Qual a função dele?
3- Quem está enviando este convite?
4- Quem é o destinatário?
5- Onde será realizado o evento?
6- Que evento ocorrerá?
7- Qual o dia?
8- Qual a hora?
9- O que acontecerá nesse evento?
10- O que não pode faltar em um convite?

AGORA faça você - Produção de um convite para o baile de noivado da Cinderela com o príncipe.

TEXTO JORNALÍSTICO

A professora fará a leitura de um texto jornalístico.

Após a leitura abrirei o debate o que é texto jornalístico, qual a função, o que traz um jornal além das reportagens?

Após essa discussão entregarei o seguinte texto para leitura silenciosa.


Interpretação

1- Que tipo de texto é esse?
2- Está tratando de qual assunto?
3- Quem escreveu?
4- Qual é a manchete?
5- Qual o nome do jornal?
6- Qual data foi publicado?

Proposta de produção – Escreva uma notícia contando tudo o que aconteceu no baile do palácio encantado, use sua criatividade, além da Cinderela ter perdido o sapatinho, muitas outras coisas devem ter acontecido. O que foi servido, as que horas terminou. Teve muita música? Havia muitos convidados?

MATEMÁTICA

1- Pense bem:
O jornaleiro do Jornal Encantado vendeu no dia seguinte ao da festa:



a) Qual o período que vendeu mais?
b) E menos?
c) Qual o total de jornais vendidos no período da manhã e da tarde?
d) E nos três períodos?
e) O jornaleiro vendeu cada jornal a R$0,50. Quantos reais ele arrecadou no período noturno?

MATEMÁTICA DA FESTA DA CINDERELA

1- Pense bem:

a) Para a festa de noivado no palácio real foram feitos 9 centenas de brigadeiros, 5 centenas e 3 dezenas de beijinhos e 5 centenas de cajuzinhos. Qual o total de doces feito?

b) À meia noite, já havia sido consumido metade dos docinhos. Quantos o total de doces consumido?

2- Para a decoração da festa foi comprado 8 dúzias de rosas brancas, 7 dezenas de rosas amarelas e 2 centenas de rosas brancas. Qual o total de rosas que foram encomendadas?

CARTA



ESCREVA UMA CARTA PARA ESSA PESSOA QUE VOCÊ PENSOU, CONTANDO AS ÚLTIMAS NOVIDADES.

Multiplicação - dramatização com dedos

Dramatização com dedos

Público alvo - turmas de 2º ano ou alunos que tenham dificuldades nessa área.

Objetivos – Formar o conceito que a multiplicação é a soma de parcelas iguais.

Desenvolvimento – Após a explicação que a multiplicação é a soma de parcelas iguais, a professora solicita que uns cinco ou seis alunos venham a frente e pede que levantem quantidades diferentes de dedos e pergunta: Será que dá para multiplicar? Os alunos percebem que não, pois não são parcelas iguais. A professora pede que o primeiro levante uma quantidade de dedos e que todos os outros levantem a mesma quantidade, a professora levanta questionamentos, “como podemos resolver essa situação?” os alunos que estão na platéia podem resolver com tampinhas, formando os conjuntos, o aluno que levantou os dedos irá fazer a contagem pra ver quanto dá, em seguida é o próximo aluno e assim por diante.
Recursos utilizados – tampinhas ou qualquer outro material concreto e expressão corporal.
Avaliação da intervenção - foram realizadas duas sessões e os alunos se envolveram muito, tanto na participação quanto na busca do resultado.

Multiplicação - jogo de dados

JOGO DE DADOS

Público-alvo - Turma de 2º ano

Objetivos – formar conceitos que envolvam a multiplicação, a partir de situações surgidas em um jogo de dados.

Desenvolvimento – em duplas, um dos alunos joga um dado, o número que sair é o total de grupos ou conjuntos que terão que fazer. Outro aluno joga o outro dado e o número que sair é o total de elementos dos grupos. Os alunos terão que resolver com a ajuda do material dourado a multiplicação que surgiu no jogo, inclusive realizando as trocas de 10 unidades por 1 dezena. Se eles fizerem corretamente o resultado e as trocas com o material dourado ganharão 2 pontos, quem não conseguir atingir o resultado correto, mas tentou, ganha um ponto. Quem nem tentar não pontua. Os pontos podem ser marcados na lousa.

Recursos utilizados – dois dados e material dourado

Multiplicação - jogo de boliche

Objetivos – resolver situações-problema com ajuda de material concreto, formando conceitos que envolvam a multiplicação.

Recursos utilizados – 9 garrafas pet mini, uma bola pequena, um dado, material dourado, folha para registrar.

Desenvolvimento – Dispor os potes ou mini garrafas em fileiras de 4, 3, 2, jogar o dado, o total de números que der no rolar de um dado será o número de conjuntos a serem organizados. Com uma bola pequena tentar acertar os potes ou garrafas. O total de potes que cair será o número de elementos. O aluno terá que resolver com a ajuda do material dourado a multiplicação que surgiu no jogo, inclusive realizando as trocas de 10 unidades por 1 dezena. Se ele fizer corretamente o resultado e as trocas com o material dourado ganhará 2 pontos, quem não conseguir atingir o resultado correto, mas tentou, ganha um ponto. Quem nem tentar não pontua. Os pontos serão colocados na lousa ou numa folha de papel pardo, o aluno pode ter uma folha para acompanhar a pontuação. Ao final das partidas será feita a leitura do gráfico dos pontos, realizando a interpretação dos dados.

Estudo da palavra viva

HEC - Horas de estudo em Conjunto - 29/10/2009
Socialização de saberes interna – experiências bem sucedidas
Professora - Nádia Maria Julian
Público-alvo - alunos não alfabetizados

ESTUDO DA PALAVRA VIVA

Justificativa

No início do ano nossa sala tinha muitos alunos não alfabetizados, mas havia um aluno que não conseguia entender o estudo da palavra, tinha muitas dificuldades em compreender qual era a palavra a ser estudada, o que era o começo ou o fim da palavra, não conseguia abstrair, então coloquei no concreto, chamei alunos para que representassem a palavra a ser estudada, mostrei que quando lemos há uma direção, o aluno conseguiu entender muito mais desse jeito, conseguindo localizar o início e o fim da palavra.
Atualmente o nosso estudo da palavra viva está maior, os alunos gostam muito e sempre perguntam quando terá mais.

Procedimentos

o A palavra a ser escolhida deve fazer parte do assunto que está sendo trabalhado. (nossa turma está trabalhando plantas, dentro desse tema o livro “A menina das borboletas” nos agradou muito, como queríamos focar as margaridas e não as borboletas, optou-se pela palavra MARGARIDA para o estudo).
o Pergunte para a turma, quantas letras precisamos para escrever MARGARIDA.
o Escolha ou peça para uma criança que escolha quem representará cada letra.
o A professora entregará para cada aluno uma letra (meia folha de papel sulfite com a letra escrita com caneta grossa).
o Os alunos organizarão a palavra.
o A professora pedirá que um aluno de cada vez mostre qual é a primeira letra (é para pegar na mãozinha da “letra” e conduzi-la um pouco mais a frente, para que todos vejam), outro aluno mostrará qual é a última letra, as vogais, as consoantes, contar as letras, separar as sílabas e observar quantas sílabas formou. É interessante chamar para realizar essas atividades os alunos que tenham mais dificuldades.
o Para concluir pergunte se tem como formar outras palavras com aquelas letras, os alunos que se prontificarem virão a frente um por vez organizar e todos lerão a palavra.

terça-feira, 19 de julho de 2011

A caixa Maluca

Essas atividades foram pensadas e elaboradas com a ajuda da professora Luciana Rosa.

1º momento – instigando a curiosidade
A professora levará uma caixa decorada com um ponto de interrogação e perguntará o que será que pode ter aqui dentro?
As crianças verbalizarão as hipóteses, que serão redigidas na lousa, gerando uma lista coletiva.




2º momento (1º e 2º passos – explorando o título, levantamento de hipóteses)
Apresentação do livro – coloca-se o título na lousa.
(o professor divide a lousa e faz as perguntas elencadas abaixo, as hipóteses dos alunos serão colocadas na lousa, o aluno não precisa escrever essa parte, apenas participar)

a) Qual será o assunto desse livro?
b) Que tipo de livro é esse? Serão poesias? Lendas, contos de fada, receitas, informativo, conto infantil, h.q.?
c) Quais personagens participam da história?
d) Onde acontecem os eventos?
e) Quando acontece?

3º momento (3º passo - oferecer pistas do que será lido)
Antes de iniciar a leitura, o professor pode dar pistas do que será lido, orientando a atenção do aluno para algum ponto do texto: “A caixa maluca será disputada por vários personagens, preste atenção nos motivos que cada um apresenta para ficar com a caixa”.

4º momento (4º e 5º passo - leitura realizada pelo aluno - tentativa de atribuir sentido ao texto)
Será feita a leitura das ilustrações do livro com a ajuda dos alunos, buscando a compreensão do que será lido, pedindo aos alunos que observem e comentem as expressões de cada animal. O que será que ele está sentindo?

5º momento (6º passo- leitura pelo professor)
A professora fará a leitura confrontando as hipóteses (2º momento)
Ao final a caixa será aberta e conterá balas a serem distribuídas aos alunos.



6º momento (atividades diversas)

Matemática

Quem você acha que devia ficar com a caixa?
Utilizando a caixa surpresa, entregar alguns papéis e fazer a votação de qual animal as crianças gostariam que tivesse ficado com a caixa.
Somar os dados, fazer um gráfico e posteriormente uma tabela de votação.
Através da tabela e gráficos eles irão responder as seguintes perguntas:
a) Qual o animal mais votado?
b) Qual foi o menos votado?
c) Quantos votos o macaco teve a mais que o sapo?




Dramatização - Sugestões - os nomes dos animais estarão escritos em uma ficha e cada aluno pegará um que queira representar. Outra sugestão é confeccionar a máscara dos bichos. Para narrar a história pode ser o professor, ou escolher dois ou três alunos.

Arte com textos – Identificaremos os momentos mais importantes da história.
Será entregue uma folha de papel sulfite, que será dividido pelo aluno em quatro partes. Espera-se que o aluno perceba a seqüência dos acontecimentos, e transporte isso para o papel. A professora incentivará que cada aluno coloque ao menos uma frase em cada quadrinho.





Salada de sílabas
Lista de nomes a serem organizados.

Sapo
Papagaio
Tucano
Jabuti
Leão
Macaco
Galo
Tatu
Pavão
Gato
Paca
Pica-pau
Pato
Jacaré
Leão



3 - QUAIS ANIMAIS QUE :
BOTAM OVOS (OVÍPAROS)- ______________________

____________________________________________

NÃO BOTAM OVOS (MAMÍFEROS) - ______________

______________________________________________
3. ESCOLHA UM DOS ANIMAIS DO CAÇA-PALAVRAS E ESCREVA O QUE VOCÊ SABE SOBRE ELE:


ANIMAL QUE ESCOLHI


_________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________
_________________________________



• Atividade de leitura – pintura dos animais que estão na lista.
Faça a lista dos animais no seu caderno e separe em sílabas.
Escolha 4 animais e forme frases.




Circule todos os animais que aparecem no texto abaixo. Escreva em seu caderno as palavras que você circulou e separe-as em sílabas.

UM DIA, LÁ DO CÉU...BUM!
CAIU UMA CAIXA NO MATO.
O SAPO VIU E FALOU:
_ UMA CAIXA NO MATO? TÁ NO PAPO. E PULOU ATÉ LÁ, RÁPIDO.
LOGO VEIO O PAPAGAIO, O TUCANO, O JABUTI E O LEÃO.
VEIO O MACACO, VEIO O GALO, O TATU E O PAVÃO.
E TODA A MATA FICOU NUM VAIVÉM ADOIDADO.
MUITO GATO, MUITA PACA, MUITO PICA-PAU, MUITO PATO...

PARA ENCERRAR AS ATIVIDADES COM O LIVRO PODE-SE PEDIR AO ALUNO UMA REESCRITA DA HISTÓRIA.